Arquivos do Blog

The Vatican | Série contrata Hitler do cinema para viver Papa

O piloto de The Vatican, suspense religioso que marca a estreia de Ridley Scott (Prometheus) como diretor de TV, encontrou seu Papa. O escolhido foi o ator suíço Bruno Ganz, intérprete de Adolf Hitler no premiado A Queda! (2004), que viverá o Papa Sisto VI na série de TV.

Escrita por Paul Attanasio (Donnie Brasco), a trama desenrola-se nos dias atuais e pretende explorar as intrigas políticas, rivalidades e relacionamentos no interior do Vaticano. Kyle Chandler será o protagonista, o Cardeal Thomas Duffy, carismático e enigmático Arcebispo de Nova York, cujas ideias progressistas empolgam alguns e alarmam outros membros da hierarquia da Igreja.

Também estão no elenco, Anna Friel (Pushing Daisies) como a problemática e festeira irmã do Arcebispo, Matthew Goode (Watchmen – O Filme) como o secretário papal Bernd Koch e Sebastian Koch (Duro de Matar 5) como o cardeal Marco Malerba, também o Secretário de Estado do Vaticano.

O canal americano Showtime está à cargo de The Vatican, cuja produção será realizada por Scott e Attanasio ao lado de David Zucker (The Good Wife). As filmagens do piloto acontecem em abril.

Anúncios

Filmagens de ‘The Carrie Diaries’ já começaram

O mundo conhecerá em breve a vida adolescente de Carrie Bradshaw, da famosa crônica Sex and the City, que fez muito sucesso na HBO nos anos 1998 a 2004.

O piloto foi aprovado pela CW e a emissora encomendou 13 episódios iniciais para a série The Carrie Diaries, que retrata a vida de Carrie um adolescente fashion dos anos 80.

A intérprete de Carrie, Anna Sophia Roob, começou a gravar em Nova York no dia 16 de outubro, e, mais especificamente, no Queens.

Kylie Minogue concede nova entrevista, desta vez para a “New York Magazine”! Confira.

Em sua passagem por Nova Iorque para promover o longa “Holy Motors”, Kylie Minogue concedeu uma entrevista para a New York Magazine. Em seu quarto de hotel, no Soho, a australiana falou sobre o filme de Leos Carax e sua carreira como cantora:

“Eu não posso me manter sempre esta mesma apresentação de mim mesma. Então eu enchi meus pulmões de ar e me senti completa”.

A primeira aparição de Minogue como atriz foi no seriado “Neighbours”, em 1986. Anos depois, ao lado de Jean-Claude Van Damme, participou de “Street Fighter” e, em 2004, participou do aclamado musical “Moulin Rouge! — Amor em Vermelho”, de Baz Luhrmann. Agora, em “Holy Motors”, Kylie da vida a Jean e participa da trilha sonora com a canção “Who Were We”.

Quando questionado sobre a escolha de Kylie para o elenco de “Holy Motors”, Carax respondeu de forma enigmática em uma conferência em Londres: “Nós nos encontramos e eu a imaginei como um anjo que eu precisava. É isso”. Antes que percebesse, a australiana estava em um avião para Paris, sem sua costumeira equipe: “Eu fui por minha conta. Eu queria me sentir como nos tempos em que eu atuava!”

Saindo um pouco do assunto, a intérprete de “Never Too Late” falou também sobre seu novo disco acústico, o “The Abbey Road Sessions”, que contém arranjos orquestrais de seus maiores sucessos e será lançado na próxima semana. Sobre a experiência, a cantora afirma:

“Eu o gravei diretamente depois que participei de ‘Holy Motors’. Eu estava me sentindo muito livre… Havia um pouco de mim que estava lentamente morrendo de fome, e eu sinto que eu tinha acabado de ter minha primeira refeição decente em um longo tempo”.

%d blogueiros gostam disto: