Arquivos do Blog

Breaking Bad | Bryan Cranston aposta num desfecho “feio” para seu personagem

Bryan Cranston, o Walter White de Breaking Bad, comentou o possível desfecho de seu personagem na série.

Durante o Oscar 2013, o ator foi questionado pela agência APse ele acredita que Walter terá um final feliz: “[Ele] Não terminará nada bem, não vai haver redenção. As coisas vão rolar ladeira abaixo, será feio”, opinou.

Vince Gilligan, o criador da série, no momento escreve o episódio final. Ele também vai assumir a direção do capítulo que encerra a quinta e última temporada.

Restam para a conclusão de Breaking Bad oito episódios, que começam a ser exibidos em julho nos EUA.

Anúncios

Confira os indicados ao Globo de Ouro

A entrega dos prêmios ocorre no dia 13 de janeiros com a apresentação de Tina Fey e Amy Poehler.

Confira abaixo todos os indicados.

Melhor filme (drama)

  • Argo
  • Django Livre
  • As Aventuras de Pi
  • Lincoln
  • A Hora Mais Escura

Melhor filme (musical / comédia)

  • O Exótico Hotel Marigold
  • Os Miseráveis
  • Moonrise Kingdom
  • Amor Impossível
  • O Lado Bom da Vida

Melhor ator (drama)

  • Daniel Day-Lewis – Lincoln
  • Richard Gere – A Negociação
  • John Hawkes – As Sessões
  • Joaquin Phoenix – O Mestre
  • Denzel Washington – O Voo

Melhor atriz (drama)

  • Jessica Chastain –A Hora Mais Escura
  • Marion Cotillard – Ferrugem e Osso
  • Helen Mirren – Hitchcock
  • Naomi Watts – O Impossível
  • Rachel Weisz – The Deep Blue Sea

Melhor ator (musical / comédia)

  • Jack Black – Bernie
  • Bradley Cooper – O Lado Bom da Vida
  • Hugh Jackman – Os Miseráveis
  • Ewan McGregor – Amor Impossível
  • Bill Murray – Um Final de Semana em Hyde Park

Melhor atriz (musical / comédia)

  • Emily Blunt – Amor Impossível
  • Judy Dench – O Exótico Hotel Marigold
  • Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida
  • Maggie Smith – Quartet
  • Meryl Streep – Um Divã para Dois

Melhor ator coadjuvante

  • Alan Arkin – Argo
  • Leonardo DiCaprio – Django Livre
  • Philip Seymour Hoffman – O Mestre
  • Tommy Lee Jones – Lincoln
  • Christoph Waltz – Django Livre

Melhor atriz coadjuvante

  • Amy Adams – O Mestre
  • Sally Field – Lincoln
  • Anne Hathaway – Os Miseráveis
  • Helen Hunt – As Sessões
  • Nicole Kidman – The Paperboy

Melhor diretor

  • Ben Affleck – Argo
  • Kathryn Bigelow – A Hora Mais Escura
  • Ang Lee – As Aventuras de Pi
  • Steven Spielberg – Lincoln
  • Quentin Tarantino – Django Livre

Melhor roteiro

  • Mark Boal – A Hora Mais Escura
  • Tony Kushne – Lincoln
  • David O. Russell – O Lado Bom da Vida
  • Chris Terrio – Argo
  • Quentin Tarantino – Django Livre

Melhor filme em lingua estrangeira

  • Amour (Áustria)
  • A Royal Affair (Dinamarca)
  • Intocáveis (França)
  • Kon-Tiki (Noruega, Reino Unido, Dinamarca)
  • Ferrugem e Osso (França)

Melhor longa animado

  • Valente
  • A Origem dos Guardiões
  • Frankenweenie
  • Detona Ralph
  • Hotel Transilvânia

Melhor trilha sonora original

  • Mychael Danna –As Aventuras de Pi
  • Alexandre Desplat – Argo
  • Dario Marianelli – Anna Karenina
  • Tom Tykwer – A Viagem
  • John Willians – Lincoln

Melhor canção original

  • “For You” – Ato de Coragem
  • “Not Running Anymore” – Stand Up Guys
  • “Safe & Soud” – Jogos Vorazes
  • “Skyfall” – 007 – Operação Skyfall
  • “Suddenly” – Os Miseráveis

Melhor série (drama)

  • Breaking Bad
  • Boardwalk Empire
  • Downton Abbey
  • Homeland
  • The Newsroom

Melhor atriz em série dramática

  • Connie Britton – Nashville
  • Glenn Close – Damages
  • Michelle Dockery – Downton Abbey
  • Claire Danes – Homeland
  • Julianna Margulies – The Good Wife

Melhor ator em série dramática

  • Steve Buscemi – Boardwalk Empire
  • Bryan Cranston – Breaking Bad
  • Jeff Daniels – The Newsroom
  • Jon Hamm – Mad Men
  • Damian Lewis – Homeland

Melhor série (comédia / musical)

  • The Big Bang Theory
  • Episodes
  • Girls
  • Modern Family
  • Smash

Melhor atriz em série musical ou de humor

  • Zooey Deschanel – New Girl
  • Julia Louis-Dreyfus – Veep
  • Lena Dunham – Girls
  • Tina Fey – 30 Rock
  • Amy Poehler – Parks and Recreation

Melhor ator em série musical ou de humor

  • Alec Baldwin –30 Rock
  • Don Cheadle – House of Lies
  • Louis C.K. – Louie
  • Matt Leblanc –Episodes
  • Jim Parsons – The Big Bang Theory

Melhor minissérie ou telefilme

  • Game Change
  • The Girl
  • Hatfields & McCoys
  • The Hour
  • Political Animals

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

  • Hayden Panettiere – Nashville
  • Archie Panjabi – The Good Wife
  • Sarah Paulson – Game Change
  • Maggie Smith – Downton Abbey
  • Sofia Vergara – Modern Family

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

  • Max Greenfield – New Girl
  • Ed Harris – Game Change
  • Danny Huston – Magic City
  • Mandy Patinkin – Homeland
  • Eric Stonestreet – Modern Family

Melhor atriz em uma minissérie ou telefilme

  • Nicole Kidman – Hemingway & Gellhorn
  • Jessica Lange – American Horror Story: Asylum
  • Sienna Miller – The Girl
  • Julianne Moore – Game Change
  • Sigourney Weaver – Political Animals

Melhor ator em uma minissérie ou telefilme

  • Kevin Costner – Hatfields & McCoys
  • Benedict Cumberbatch – Sherlock
  • Woody Harrelson – Game Change
  • Toby Jones – The Girl
  • Clive Owen – Hemingway & Gellhorn

Colin Farrell divulga refilmagem de O Vingador do Futuro no Rio de Janeiro

O ator Colin Farrell desembarcou no Rio de Janeiro na quarta-feira (11) para fazer a divulgação de seu novo filme, a ficção científica O Vingador do Futuro, inspirado no famoso conto We Can Remember It For You Wholesale, de Philip K. Dick. Na manhã desta quinta-feira (12), o ator irlandês conversou com a imprensa em Copacabana sobre a trama, que já havia sido previamente adaptada ao cinema em 1990, com Arnold Schwarzenegger no papel principal.

No longa Farrell interpreta Douglas Quaid, um homem comum que, mesmo tendo uma bela mulher a seu lado (Kate Beckinsale), a quem ele ama, sonha em sair da rotina e fazer uma “viagem mental” para escapar da rotina. Para isso ele contrata os serviços da Rekall, a empresa que pode transformar os seus sonhos em memórias reais. E Quaid compra as memórias reais de uma vida como um superespião para vivenciar momentos de pura adrenalina.

“Se você vai gastar três ou quatro meses filmando, é melhor gostar do que estar fazendo. Eu li o roteiro e fiquei um pouco cético sobre fazer um remake , mas o diretor me mostrou os desenhos que fez, como a produção seria e aceitei o desafio”, contou o ator. “No final das contas, é tudo uma questão de você ter uma boa história e eu gosto de boas histórias”, acrescentou Farrell, que contracena com a personagem de Kate Beckinsale, interpretada por Sharon Stone da versão de 1990, além de Jessica Biel.

No filme, o sonho de Quaid dá terrivelmente errado e ele se torna um homem procurado. Fugindo da polícia – controlada pelo primeiro-ministro Cohaagen (Bryan Cranston) – não há ninguém em quem possa confiar, exceto possivelmente uma guerreira rebelde (Biel) que trabalha para o líder de um movimento clandestino de resistência (Bill Nighy).

“Eu vi o filme como adolescente, e vinte anos depois, como ator, um homem adulto, então, foi uma sensação diferente, e eu gostei bastante”, ressaltou na sua visão de um filme mais denso. “Eu amo o original, mas esse tem menos sangue. Não é uma questão de ‘oh, precisamos de sangue’. Não é bem por aí. Eu sou um cara mais normal do que o Arnold”.

Com O Vingador do Futuro, Colin Farrell faz o seu segundo remake consecutivo, após participar da nova versão de A Hora do Espanto. Farrell diz não se preocupar se o filme é original ou uma refilmagem, comédia, drama ou ficção científica. “O que importa é o conhecimento do personagem, e a paixão na interpretação. Você tem que estar de olho no quanto de paixão está envolvida no filme. Não importa se vai ter muita ação ou se o ator é ou não um cara importante. Encarei isso como uma produção infantil de US$ 50 mil”, afirmou Farrell.

Filmado de maio a setembro de 2011, em Toronto, Canadá, e dirigido por Len Wiseman (Duro de Matar 4.0), O Vingador do Futuro estreia dia 17 de agosto em aproximadamente 400 salas no Brasil.

%d blogueiros gostam disto: