Arquivos do Blog

NEWS: Pronunciamento da Dilma e sua aceitação

news

 

Após o pronunciamento da Dilma, muitas pessoas via redes sociais, declaram apoio, mas a maioria esmagadora foi contra.

A primeira parte, que foi aceita pelos usuários das redes foi a parte dos protestos pacíficos, mas este foi o único ponto, aonde a maioria foi a favor, dai para frente deslizes fizeram a Presidente “cair do salto”.

Um ponto importante, que o blog faz questão de destacar é o ponto da saúde, com tantos médicos de qualidade no pais, porque chamar médicos do exterior, se os médicos são tão ruins é culpa somente da própria presidente e dos presidentes que à antecederam. É claro que este foi o ponto mais criticado pelas pessoas nas redes.

Após falar da Saúde a Educação vem ao seu pronunciamento. A Presidente falou que mandou um projeto de lei para a Câmara e para o Senado fazendo com que 100% do petróleo fosse para a educação, e claro as pessoas ficaram,  não um pouco, mas muito com o pé atras, e muitas não acreditam que isso realmente vá acontecer.

Falou sobre o Plano Nacional de Mobilidade Urbana, plano que virou piada na mão da maioria, mas para outros foi um ponto positivo do discurso, neste ponto podemos dizer que, na média, a população ficou muito dividida e não pode nem contar como ponto positivo, nem como negativo para a Dilma.

No final, seu último compromisso assumido foi a Lei de Acesso à Informação, que ao final do seu discurso foi o ponto que terminou com qualquer rastro de positividade pós-discurso e, na maioria esmagadora, não só virou piada, como foi a crítica mais forte.

E para terminar disse que estava ouvindo o povo, algo que nem se estive-se surda, teria como não ouvir e pediu para que a população recebe-se de braços abertos os turistas, pois quando nossa seleção viaja somos recebidos de braços abertos pelos membros do país visitado.

Antes de finalizar o ACSMtv Special Report é bom relatar que enquanto o produzíamos no Twitter chegou os TT’s duas Tags, a Primeira #CalaABocaDilma, contra a presidente e #TamoJuntoDilme, à favor.

E para finalizar segue abaixo a íntegra do discurso da Presidente Dilma Rousseff.

“Minhas amigas e meus amigos, todos nós, brasileiras e brasileiros, estamos acompanhando, com muita atenção, as manifestações que ocorrem no país.

Elas mostram a força de nossa democracia e o desejo da juventude de fazer o Brasil avançar.

Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de limitações políticas e econômicas.

Mas se deixarmos que a violência nos faça perder o rumo, estaremos não apenas desperdiçando uma grande oportunidade histórica, como também correndo o risco de colocar muita a coisa a perder.

Como presidenta, eu tenho a obrigação tanto de ouvir a voz das ruas, como dialogar com todos os segmentos, mas tudo dentro dos primados da lei e da ordem, indispensáveis para a democracia.

O Brasil lutou muito para se tornar um país democrático. E também está lutando muito para se tornar um país mais justo.

Não foi fácil chegar onde chegamos, como também não é fácil chegar onde desejam muitos dos que foram às ruas.

Só tornaremos isso realidade se fortalecermos a democracia – o poder cidadão e os poderes da república.

Os manifestantes têm o direito e a liberdade de questionar e criticar tudo. De propor e exigir mudanças. De lutar por mais qualidade de vida.

De defender com paixão suas idéias e propostas. Mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira.

O Governo e sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado, ataque templos, incendeie carros, apedreje ônibus e tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos.

Essa violência, promovida por uma pequena minoria, não pode manchar um movimento pacífico e democrático.

Não podemos conviver com essa violência que envergonha o Brasil.

Todas as instituições e os órgãos da Segurança Pública devem coibir, dentro dos limites da lei, toda forma de violência e vandalismo.

Com equilíbrio e serenidade, porém, com firmeza, vamos continuar garantindo o direito e a liberdade de todos.

Asseguro a vocês: vamos manter a ordem.

Brasileiras e brasileiros, as manifestações dessa semana trouxeram importantes lições: as tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganharam prioridade nacional.

Temos que aproveitar o vigor destas manifestações para produzir mais mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira.

A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso.

A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada. E ela não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros.

Sou a presidenta de todos os brasileiros. Dos que se manifestam e dos que não se manifestam.

A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática.

Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de recursos públicos.

Todos me conhecem. Disso eu não abro mão.

Esta mensagem exige serviços públicos de mais qualidade. Ela quer escolas de qualidade; ela quer atendimento de saúde de qualidade; ela quer um transporte público melhor e a preço justo; ela quer mais segurança.

Ela quer mais.

E para dar mais, as instituições e os governos devem mudar.

Irei conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes para somarmos esforços.

Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos.

O foco será: primeiro, a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que priviligie o transporte coletivo.

Segundo, a destinação de 100% do petróleo para a educação.

Terceiro, trazer de imediato milhares de médicos do exterior para ampliar o atendimento do SUS.

Anuncio que vou receber os líderes das manifestações pacíficas, os representantes das organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores, das associações populares.

Precisamos de suas contribuições, reflexões e experiências. De sua energia e criatividade, de sua aposta no futuro e de sua capacidade de questionar erros do passado e do presente.

Brasileiras e brasileiros, precisamos oxigenar o nosso velho sistema político. Encontrar mecanismos que tornem nossas instituições mais transparentes, mais resistentes aos malfeitos e acima de tudo mais permeáveis à influência da sociedade.

É a cidadania, e não o poder econômico, quem deve ser ouvido em primeiro lugar.

Quero contribuir para a construção de uma ampla e profunda reforma política, que amplie a participação popular.

É um equívoco achar que qualquer país possa prescindir de partidos e, sobretudo, do voto popular, base de qualquer processo democrático.

Temos de fazer um esforço para que o cidadão tenha mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes.

Precisamos muito, mas muito mesmo, de formas mais eficazes de combate à corrupção.

A Lei de Acesso à Informação, sancionada no meu governo, deve ser ampliada para todos poderes da república e instâncias federativas.

Ela é um poderoso instrumento do cidadão para fiscalizar o uso correto do dinheiro público.

A melhor forma de combater a corrupção é com transparência e rigor.

Em relação à Copa, quero esclarecer que o dinheiro do governo federal, gasto com as arenas, é fruto de financiamento que será devidamente pago pelas empresas e governos que estão explorando estes estádios.

Jamais permitiria que esses recursos saíssem do orçamento público federal, prejudicando setores prioritários como a Saúde e a Educação.

Na realidade, nós ampliamos bastante os gastos com Saúde e Educação. E vamos ampliar cada vez mais. Confio que o Congresso nacional aprovará o projeto que apresentei para que todos os royalties do petróleo sejam gastos exclusivamente com a Educação.

Não posso deixar de mencionar um tema muito importante, que tem a ver com a nossa alma e o nosso jeito de ser.

O Brasil, único país que participou de todas as Copas, cinco vezes campeão mundial, sempre foi muito bem recebido em toda parte.

Precisamos dar aos nossos povos irmãos a mesma acolhida generosa que recebemos deles. Respeito, carinho e alegria. É assim que devemos tratar os nossos hóspedes.

O futebol e o esporte são símbolos de paz e convivência pacifica entre os povos.

O Brasil merece e vai fazer uma grande Copa.

Minhas amigas e meus amigos, eu quero repetir que o meu governo está ouvindo as vozes democráticas que pedem mudança.

Eu quero dizer a vocês que foram, pacificamente, às ruas: Eu estou ouvindo vocês!

E não vou transigir com a violência e a arruaça.

Será sempre em paz, com liberdade e democracia que vamos continuar construindo juntos este nosso grande país.

Boa noite”

 

Eduardo Couto

Anúncios

Operadora de TV paga Sky lança serviço de gravação de programas via Twitter

Já pensou conseguir acionar a gravação de um programa da televisão a cabo pelo Twitter? Essa é a nova ideia da operadora de televisão por assinatura Sky, que lançou recentemente um serviço que permite a gravação remota de destaques da programação com um simples retweet.

Basta o assinante da operadora se cadastrar neste link e vincular sua conta da Sky ao seu perfil no Twitter. Depois, é preciso seguir a @skybrasil e acompanhar os tweets da operadora, os quais anunciam vários destaques da programação de seus canais. Se um programa que você gostaria de assistir mais tarde é tuitado pela operadora, basta dar o retweet na mensagem com a hashtag #SKYRec. Pronto: seu programa estará gravado em casa, para ser assistido quando você quiser.

content_pic (1)

Fonte da imagem: Reprodução/SkyBrasil

Acima está um exemplo de tweet da operadora que, ao ser retuitado, faz com que o usuário tenha o programa gravado remotamente em seu aparelho. Mas isso só funciona para quem vinculou sua conta na rede social ao seu cadastro de assinante da Sky. E também só funciona para as postagens da @skybrasil que trazem a hashtag #SKYRec.

A ideia inovadora e inédita em todo o mundo foi criada pela AgênciaClick Isobar em parceria com a Sky e já está valendo para quem quiser experimentar. Para divulgar melhor o serviço, a operadora exibirá vídeos explicativos em seus canais.

E então, gostou da ideia?

CW anuncia exibição dos episódios inéditos restantes de Cult

Cult foi cancelada pela emissora americana CW, antes mesmo de terminar de exibir sua primeira temporada completa. Mas agora foi anunciado quando os seis episódios inéditos que encerram a história serão exibidos nos Estados Unidos: em 28 de junho, 5 e 12 de julho, em blocos de duas horas seguidas.

Quem confirmou a notícia foi o próprio criador da série, Rockne S. O’Bannon, em seu Twitter, garantindo que os episódios finais da série são “chocantes”.

E você, vai conferir?

Ravenswood | Série derivada de Pretty Little Liars vai começar no cemitério

No Twitter, Marlene King, produtora executiva de Pretty Little Liars, adiantou uma novidade de sua série derivada, Ravenswood.

Ela escreveu na rede social que a cena de abertura deve se passar em um cemitério. Vale lembrar que o sinistro local já serviu de locação para algumas cenas da série das mentirosinhas, consideradas por muitos fãs como as melhores de Pretty Little Liars. Portanto, desde o seu piloto, o spin-off já se cerca de expectativas.

Ravenswood é centrado na cidade do título, que fica próxima à Rosewood, onde o seriado genitor se desenrola. Na trama, cinco estranhos chegam à região, amaldiçoada há muitas gerações, e começam a investigar seus mistérios. Enquanto tenta quebrar a terrível maldição, o grupo enfrenta muitos perigos.

A previsão de lançamento nos EUA é para outubro deste ano, após a exibição do especial de Halloween de Pretty Little Liars.

Doctor Who pode revelar o nome do Doutor na sétima temporada

O episódio que encerrará a sétima temporada de Doctor Who tem tudo para revelar o segredo mais antigo do protagonista: seu nome.

A própria emissora BBC alimentou essa expectativa ao divulgar um cartaz que entrega o título do episódio, “The Name of the Doctor” (“O Nome do Doutor”, em português), e ainda alerta: “Seu segredo revelado”. Confira:

Doctor-Who-7-The-Name-of-the-Doctor

Além disso, a série britânica atualmente filma seu especial de 50 anos, que contará com o encontro histórico de David Tennant (o 10º Doutor) e Matt Smith (o 11º e atual Doutor).

“The Name of the Doctor” deve ser exibido em 18 de maio no Reino Unido. Já o especial de 50 anos ainda não tem data para ir ao ar.

Arrow | Começam os rumores sobre a formação de uma Liga da Justiça

Arrow pode ter a chance de começar um universo compartilhado com a DC Comics. Isso porque, no Twitter, o produtor Marc Guggenheim revelou que veremos em breve a organização A.R.G.U.S. (Advanced Research Group Uniting Super Humans) na série do Arqueiro Verde.

Nos quadrinhos da Liga da Justiça, de Geoff Johns, a agência de segurança liderada pela dupla Amanda Waller e Steve Trevor cria uma espécie de Liga da Justiça alternativa, formada por heróis como Gavião Negro, Mulher-Gato, Stargirl, Caçador de Marte, Katana e até o Arqueiro Verde.

O propósito da A.R.G.U.S. na série ainda não foi revelado, mas sua participação pode seguir dois caminhos distintos: a representação de uma ameaça ao Arqueiro ou ser o indício da formação de uma futura Liga da Justiça na trama. Vamos aguardar.

Arrow conclui sua primeira temporada em 15 de maio na TV americana. No Brasil, a série é transmitida pelo canal pago Warner Channel, nas segundas, às 22h.

Justin Bieber confirma lançamento de álbum acústico.

Após o último álbum de Justin Bieber simplesmente não concorrer a nenhuma categoria do “Grammy”, ele resolveu compor e fazer um novo disco.

O Cantor postou a seguinte frase no twitter na última quinta feira: “(Estou) escrevendo muitas coisas novas” e E o álbum acústico, com novos arranjos, vai rolar”.

Será que vai dar certo? Comente conosco!

Eduardo Couto

%d blogueiros gostam disto: